PROCESSO HIDROTÉRMICO DE OBTENÇÃO DE AÇÚCARES FERMENTESCÍVEIS A PARTIR DA PALHA DE ARROZ VISANDO A PRODUÇÃO DE BIOETANOL


Edição: XIV - 2021

ID: 1390

Participantes:

  • [BOLSISTA] - Pâmela Moura Costa | pamela.c.moura@hotmail.com
  • [ORIENTADOR] - Ricardo Peraça Toralles | toralles@pelotas.ifsul.edu.br
  • [VOLUNTARIO] - Estevan Casarin | estevan.casarin@gmail.com
  • [VOLUNTARIO] - Jander Luis Fernandes Monks | jandermonks@hotmail.com
  • [VOLUNTARIO] - Cláudio Rafael Kuhn | crkuhn@pelotas.ifsul.edu.br

Número de Registro: PE06200620/037

Campus: Pelotas

Nível: Ensino Superior

Área: Engenharias

Temática: Multidisciplinar


Resumo

Existe uma comprovada subutilização e desperdício de palha e casca de arroz em toda cadeia produtiva do beneficiamento de arroz na região Sul. O projeto em questão está em sinergia com o desenvolvimento de novos processos com menor consumo de energia e usando resíduos ainda não bem aproveitados, estando totalmente em consonância com a chamada “química verde” e com a proposta de seu desenvolvimento no Brasil pelo Centro de Gestão e Estudos Estratégico (CGEE) supervisionado pelo Ministério de Ciência e Tecnologia. A hipótese a ser testada é de que é possível obter açúcares fermentescíveis a partir da palha de arroz visando a produção de bioetanol. Nesse primeiro momento estamos testando o processo hidrotérmico. Definido o ótimo, futuramente estudaremos o tratamento enzimático e fermentação biológica. O bioetanol no Brasil é obtido a partir da fermentação da cana-de-açúcar. A proposta visa propor uma alternativa tecnológica para a região Sul, visando obter um bioetanol que é um produto de alto apelo comercial. O processo de obtenção é feito submetendo a matéria-prima a um processo hidrotérmico usando catálise ácida, seguido de um tratamento enzimático. Para o tratamento hidrotérmico, a análise do efeito do tipo de catalisador foi realizada utilizando como catalisadores a água (H2O), solução de hidróxido de sódio em uma concentração de 1% (NaOH 1%) e solução de ácido sulfúrico em uma concentração de 1% (H2SO4 1%), totalizando a aplicação de 3 tratamentos. Os resultados prévios obtidos para o tratamento hidrotérmico foram de 0,028 g.L-1 para a água, 0,122 g.L-1 para a solução de hidróxido de sódio e 12,191 g.L-1 para a solução de ácido sulfúrico. O tratamento que apresentou o melhor resultado para a obtenção de açúcares redutores foi o com solução de ácido sulfúrico com concentração de 1%. Com relação ao tratamento enzimático e fermentação biológica encontra-se em fase de construção.

Palavras-chave

Catalisador ;Ácido sulfúrico;Tratamento hidrotérmico

Banner

Clique aqui para abrir o banner.

Vídeo/Pitch

Caso o vídeo não abra, clique aqui.

Realização

Apoio e Sistema

PROPESP - Pró-reitoria de Pesquisa, Inovação e Pós-graduação

R. Gonçalves Chaves, 3218 - Centro
Pelotas-RS/Brasil - CEP 96015-560

R. General Balbão, 81 - Centro
Charqueadas-RS/Brasil - CEP 96745-000

+55 53 30266091

jic@ifsul.edu.br